Vídeo Amador Morena Brasileira Comendo A Ninfeta Do Esposo Com Força De Moema – Sp

5 min

Categoria:

Tag:

visualizações

5 min

Categoria:

Tag:

Vídeo Amador Morena Brasileira Comendo A Ninfeta Do Esposo Com Força De Moema – Sp

Vídeo Amador Morena Brasileira Comendo A Ninfeta Do Esposo Com Força De Moema – Sp

O rostinho lindo de uma ninfeta, a pele branquinha muito bem cuidada, um pescocinho certamente muito cheiroso e um corpinho que deve ser todo durinho, coxas, bunda e peitinhos. Estava de pau duro, e por estar sem cueca estava marcando muito minha piroca, que é uma tora de 18cm, no momento em que cheguei percebi um olhar direto para meu penis, dei uma mexida com a mão nele por cima do shorts e andei até o caixa, a raimunda estava em estado de choque com o que acabara de ver, mal conseguia passar o produto para me dar a notinha, então perguntei:– Tudo bem querida? Parece estar com a pressão baixa. – Isabel arregalou os olhos, baixou a cabeça e respirou fundo-Olha, de fato eu gravei um vídeo com o Diego, Mas…-Mas… Não acredito que tu fez isso. Terminei comendo minha mulher na praia com várias pessoas ao redor, acho que não tenho coragem para fazer aquilo nunca mais.

Tenho 36 anos, e o meu gatinho de apenas 19, sou casada mas meu marido esta para o Japão a 03 anos, a trabalho (Sou Brasileira).

Ela levantou o ventre para me permitir encaixar e sentiu de perto a boca feminina, que está a posicionada bem perto já que a moça estava de quatro sendo possuída por seu esposo, enquanto eu possuía ela, e elas se beijavam.

Estávamos próximo de Moema, bairro em SP cheio de casas desse tipo, e no caminho deixei claro que o meu objetivo era curtirmos a noite, eu só queria ela, e conhecermos uma casa de swing que tanto imaginávamos.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. Poucos minutos depois a morena chegou onde eu estava, perguntou se podia sentar ao meu lado e eu obviamente respondi que sim.

Depois foi colocando um pouquinho de cada vez empurrava e parava, mais quando estava na metade do cacete todo atochado em meu rabo, ele fez um movimento de quadris e com força que enfiou todo de uma vez.