Morena Gemendo No Pau Do Amante

45 segs

Categoria:

Tag: ,

visualizações

45 segs

Categoria:

Tag: ,

Morena Gemendo No Pau Do Amante

Morena Gemendo No Pau Do Amante

Bem, tenho 27 anos , sou um cara bonito , 1,75cm, cabelos escuros e minha prima também é bem bonita, uma morena gostosinha , já fazia um tempinho que tava de olho nela, quando ela morava na capital( rio ) as vezes eu ia visitá-la , pois sempre tinha uma festinha na caa dela. Sem maldade nenhuma eu era um jovem menino que gostava de jogos, brincadeiras e conversar com meus amigos da rua.

Coloquei a cabecinha no cuzinho dela e ela começou a soltar ums gemidinhos, com mistura de dor que tava me deixando cada vez mais maluco, nisso fui empurrando aos poucos e ela gemendo falando pra nao enfiar tudo de uma vez, e continuei ate ele entrar todo, quando entrou todo, falei pra ela que ia começar a bombar no cuzinho dela que era pra ela aguentar, e ela disse que podia mandar ver, ai comecei a empurrar de vagarinho e tirar, quando vi que ja tava no ponto comecei a cutucar firme ela, e ela la gemendo, segurei ela pelos cabelos e comecei a comer aquele cuzinho bem forte, escutava o barullho da bundinha dela batando em meu corpo, aquele cuzinho tava me deixando louco, e ela pedindo cada vez mais, e eu cada vez mais bombando, segurando seus seios e depois metendo o dedinho na buceta dela enquanto comia seu curzinho que ja nao era mais virgem, até quando falei que ia encher o cuzinho dela de porra e ela falou que ele era todo meu que eu fazia o que quiser com ele, foi quando soltei um jato de porra dentro do cuzinho dela, deixando ela todo meladinho, depois ainda enfiei no boca dela. Acabou acontecendo o que eu temia: estava completamente apaixonada por ela! Eu nao pensava em outra coisa a nao ser ela, sonhava com ela todas as noites(conseguem imaginar o tipo de senho, ne?), ouvia a sua voz dentro de mim a cada momento! Eu ja estava ficando louca de ve-la toda semana, cantando, e nao poder sequer encostar nela! Fiquei nessa um ano e meio… tempo de sofrimento!Ela falava que não era-mos seus netos, e sim seus amantes, falava que ela era nossa prostituta particular.