Minha Esposa Puta Bucetuda Gaucha Porto Alegre

visualizações

5 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , ,

Minha Esposa Puta Bucetuda Gaucha Porto Alegre

Minha Esposa Puta Bucetuda Gaucha Porto Alegre

A surpresa inicial deu lugar a uma avaliação mais atenta do garoto à minha frente. – Sabe de uma coisa? Acho que meu marido vai ter um infarto de tanto tesão quando souber que dei o cuzinho pra você!""-Está alegre hoje heim? disse eu. Me olhava com uma cara de quem estava adorando e que queria me matar a bucetadas, e eu dava tapas na bunda branquinha dela e a xingava de vadia e minha putinha gaúcha.

Ele gemia mais alto a cada engolida na cabeçona que eu dava e dizia que estava amando aquele momento e me perguntava baixinho se eu tava gostando e se queria que eu fosse o seu macho secreto, eu respondia murmurando e ele mais ficava com tesão e já tava enfiando o dedo cheio de creme no meu cuzinho que tava piscando muito, ele acariciava meus cabelos e mandava eu mamar mais a me chamava de “minha putinha”… -mama seu macho putinha, mama… Eu tava quase gozando sem encostar a mão no meu pau… Ele gemendo e arfando e eu deitado ainda no seu colo olhando aquele colosso na minha frente até que ele não agüentou mais, segurou firme minha cabeça com uma mão e com a outra enfiava todo dedo grosso no meu cuzinho até explodir em gozo na minha boca dando urros e gozando que mais parecia uma torneira aberta saindo leite. Dava pra ver a divisão das nadegas. Alberto se comportou como uma criança, ficava atento as explicações que eu dava e acho que instintivamente, demonstrando alegria, me tocava, ora no braço, ora no ombro, ora na barriga, ora na bunda, sempre de forma muito ocasional.

Era de descendência brasileira, pele morena (café com leite), bonita, cabelo encaracolada e negro, elegante, com uma bunda saídinha e curvilínea tanto para fora como nos lados, pernas compridas mas grossas que estreitavam desde as coxas bem compostas até aos tornozelos delicados. Quando ele me passou o endereço fiquei pasmo porque era muito perto de casa e fiquei ate com medo de ser conhecido da minha família mas como ele disse os dois estávamos na mesma situação. Sá para relatar eu Tenho 35 anos e minha esposa 32.