Flagra Namorada Rabuda Metendo Gostoso Na Buceta Dessa Rabuda Bem Deliciosa Com Amante De Campo Grande – Ms

79 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

79 seg

Categoria:

Tag:

Flagra Namorada Rabuda Metendo Gostoso Na Buceta Dessa Rabuda Bem Deliciosa Com Amante De Campo Grande – Ms

Flagra Namorada Rabuda Metendo Gostoso Na Buceta Dessa Rabuda Bem Deliciosa Com Amante De Campo Grande – Ms

Novamente me posicionei pra chupar aquela buceta deliciosa, e dessa vez a mantive num canto onde somente eu poderia cuidar dela e não deixar outras pessoas se aproximarem, fiquei pressionando e mordendo aquele grelinho gostoso, mantendo suas pernas erguidas para sugar sua buceta e ainda lamber bem gostoso seu cuzinho (ela adora sexo anal), sentindo os calafrios e espasmos que percorriam o corpo dela a cada sugada mais forte, sem falar dos fluídos vaginais dela, cada vez mais quente que ela estava jorrando na minha boca e no meu nariz, e depois ela me confessou que havia gozado na minha boca (adoro quando isso acontece) e logo após isso, me posicionei entre suas pernas e meti com gosto e vontade e logo senti aquele tesão subindo pelo meu corpo e senti o meu gozo vindo, tirei de dentro da buceta dela e gozei tudo no chão, mesmo sabendo que ela adora quando gozo em cima dela, mas o vestido dessa vez não nos permitia isso.

FIQUEI BATENDO UMA PUNHETA, ENQUANTO ELE ABRIA MINHA BLUSA, ADMIRAVA A RENDA PRETA DO MEU SOUTIEN, COLOCAVA MEU SEIO À MOSTRA, DELICIAVA-SE COM A VISÃO DOS BICOS ROSADOS E LENTAMENTE APROXIMAVA A BOCA ATÉ TOCÁ-LOS COM SEUS LÁBIOS E PASSAR A SUGÁ-LOS GOSTOSAMENTE…SUA MÃO MASSAGEOU MINHA BUCETA E DEDOS ÁGEIS CONSEGUIRAM ADENTRÁ-LA ATÉ GOZARMOS DE FORMA DELICIOSA! PEGUEI LENCINHOS DE PAPEL PARA NOS RECOMPORMOS, LEVANTEI E SAÍ, DISPOSTA A IR EMBORA. Meus seios começaram a pular enquanto eu cavalgava,minha bunda batendo em sua virilha e seu pau entrando e saindo gostoso.

Falhou ia armar um flagra, vou tentar outra, falei com Bené pra ele me fuder, ele disse porra primo tô c agenda lotada comi D.

– Uau… muito bom! Entendo porque você chegou tão cansada!"Quando eu disse isso, ele ficou chocado e depois começou a falar que éramos irmãos, eu nem liguei, sentei em cima dele, e ele paralisou de novo, não conseguiu dizer um única palavra, e nem se moveu, eu tirei minha camisa e ele olhou para os meus seios e vi até baba caindo da boca dele, mas tava tentando desviar o olhar, mas por mais que ele tentasse, mais hipnotizado ele ficava, eu senti na minha bunda que o pau dele tava duro como diamante, peguei meus seios e levei-os até o rosto dele, nesse momento eu senti o pau dele pulsando, nisso eu estava toda molhada, logo eu senti um líquido no pau dele e percebi que ele tinha gozado, e bastante, ele me tirou de cima dele, e me disse pra não fazer mais nada e tentou sair do quarto, mas não deixei, fechei a porta e tranquei, agora ele tava preso, ele até tentou pegar a chave, mas eu tirei meu shorts e percebi o pau dele duro de novo, ele ficou paralisado e daí eu beijei ele gostoso, num abraço delirante, mas Pedro voltou a si e tentou pegar a chave, mas eu peguei e enfiei ela dentro da minha xota, ele quase desmaiou de tesão quando eu fiz isso, mas depois eu joguei a chave, pra lá e derrubei ele na cama, fiquei em cima dele, e coloque a minha xota na boca dele, e comecei a esfregar, ele até tentava escapar, mas aos poucos ele foi se acalmando, e começou a me chupar, chupava sem jeito, enfiava os dedos, mas aquilo me deixava louca, até que eu gozei em um orgasmo incrível, levantei de cima dele, e Pedro tentou escapar ainda, mas não deixei, segurei ele por trás, apertei o pau dele ameaçadoramente, e desci para as bolas, mas ainda com cueca e tudo, depois de uns minutos, tirei o shorts e a cueca dele, fiquei ajoelhada na frente dele, fiz uma cara de safada e inocente ao mesmo tempo, e lambi o pau dele com gosto, comecei chupando as bolas, ai delicia, e depois subi para o pau, a chupei só a cabecinha por uns minutos, depois comecei com movimentos leves e fui acelerando, eu já praticava com bananas, ele tava hipnotizado, o pau dele pulsando na minha boca me deixava molhadinha, ele gozou na minha boca, bem lá dentro, mas um pouco caiu pra fora em meus seios, mas apesar de duas ele ainda tava duro como aço, inacreditável, eu não perdi tempo, sentei no pau dele e comecei a quicar, me precipitei, pois doeu um pouquinho, mas depois eu tava com tanto tesão, que comecei a quicar loucamente em cima dele, dessa vez o Pedro mostrou reação, apertava meus peitos, e eu tive um orgasmo duplo, fiquei uns 2, 3 minutos gritando de prazer, foi sensacional, meu maninho gostoso também estava quase lá, eu fiquei de quatro na cama e mandei ele meter fundo, ele sem reclamar fez, ele me comeu desse jeito uns 10 minutos e avisou que ia gozar, bem na hora ele tirou e começou punhetar, e eu dei uma de safada, comecei a gritar para ele gozar com uma voz bem safada e gemendo bastante, e fiquei balançando minha bunda, e exibindo ela, abri ela e exibindo o meu cuzinho lindo, ele não aguentou, jorrou na minha bunda, melando de porra o meu cuzinho e xotinha, eu passei a mão pegando toda a porra que tinha e coloquei na boca, depois ainda dei umas chupadas no Pedro, mas agora ele nem erguia, tava exausto, ele pegou a chave e saiu do meu quarto, sem dizer nada, eu fiquei ali, me masturbei mais um pouco e só depois de gozado fui tomar um banho.

Um par de seios empinados e grandes, uma barriga seca e uma bunda de dar inveja em qualquer mulher.

A minha namorada não gostou muito, mas calou-se, e quem cala consente, comecei a chupar os peitões da minha sogra, ela delirou, e pediu pra chupar a minha piroca. -Ahhhhhh – Foi tudo o que ele conseguiu dizer no momento, e assim que recuperou o fôlego me chamou novamente de puta e repetia sem parar :– Aí que delícia, vai rebola mais, sua puta rabuda, vai, vai, isso, rebola essa buceta no meu pau vai.

Pés que aos poucos deixavam o campo até que nos largavam sozinhos debaixo daquela arvore do tipo que não importa. -Ahhhhhh – Foi tudo o que ele conseguiu dizer no momento, e assim que recuperou o fôlego me chamou novamente de puta e repetia sem parar :– Aí que delícia, vai rebola mais, sua puta rabuda, vai, vai, isso, rebola essa buceta no meu pau vai. Naquela balada eles tinham o costume, de durante a noite trocar o DJ e foi numa dessas trocas que o que eu estava paquerando se aproximou de mim, pelas costas e sussurrou no meu ouvido, dizendo que eu era linda e que estava deixando ele com muito tesão. Põe de novo e continua metendo, tio!Sim, eu sabia que ela adorava a posição de cachorrinho.