Dançando Funk No Meu Pau

57 seg

Categoria:

Tag: , , , , , ,

visualizações

57 seg

Categoria:

Tag: , , , , , ,

Dançando Funk No Meu Pau

Dançando Funk No Meu Pau

Sua xaninha estava quente e molhada e eu podia sentir quando ela contraia e apertava levemente meu pau dentro dela.

Quando percebeu que eu reagira bem àquela penetração cruel ele passou a bombar, em princípio lentamente e depois com mais força. Fiquei bastante excitado com elas dançando então me levantei e fui dançar com elas, foi quando a travesti tirou a minha roupa e ela junto com minha mulher bateram uma punheta em mim.

A alternativa que sempre existe, dos avós poderem ajudar, também era problemática. Puxei o vestido dela, que era longo, naquele estilo “good vibes” e joguei pro banco da frente.

Mais eu nunca dava, entra um dia resolvi ignorar ele,maos eu percebi que ele começou a sentir minha falta pq eu sempre pegava ele olhando pra mim o dia enteiro com a cara de coitado.

Cheguei exatamente no momento em que minha mãe se ajoelhou a frente de Carlos, abriu o cinto e desceu sua calça. Comecei a molhar as plantas e as vezes me abaixava para empinar a bundinha pro lado dele que ja nem mudava de posição e nem se importava se eu notasse que ele tava ali me olhando.

Eu estava morrendo de fome e supercansado de mais uma manha na faculdade.

Foi então que lembrei que deixei o caminhão meio que atravessado lá no pátio.

Sentia ele me empurrando em direção á cabeceira com seu corpo sobre o meu. Foi porra para todo lado, no meu óculo, na minha cara, nos meus peitos.

Sempre que elas iam de carona comigo, parávamos em um lugar para tomar alguma coisa.

Espero que futuramente aja uma outra oportunidade de gozarmos juntas. fomos para o lado mais fechado da mata, atras de uns arbustos ele botou a lona no chão e me ordenou para me ajoelhar. a tarde passou e tanto eu quanto ela , precisávamos ir embora. Mas enfim, é o único cara que eu tenho tesao que gostaria de fazer algo mais. Enquanto pedalava a minha bike, sentindo o vento fresco cortar o meu rosto, cruzei com um grupo de pessoas que se exercitavam num quiósque do posto 9.