Comendo A Casada Na Sala E O Corno No Notebook

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , ,

Comendo A Casada Na Sala E O Corno No Notebook

Comendo A Casada Na Sala E O Corno No Notebook

""Pensei, que merda, ficar fazendo sala para um desconhecido, mas tudo bem, fazer o que…Comecamos a conversar, sobre carros, futebol, etc…Resolvi fazer um lanche para o rapaz, fui até a cozinha, nisso ele me pede para usar um computador pois estava esperando um email importante e o celular dele não estava conseguindo baixa-lo…Falei pra ele pegar o meu notebook que estava na mesa…Ele foi pegou o notebook, e me pediu pra digitar a senha, nessa hora eu estava com as mãos sujas e passei a senha pra ele.

Lucas estava me comendo com força abrindo bm minha bucetinha com seu pau dizendo:-vc gosta de pau então toma putinha sente o caralho do seu macho-Isso come sua putinha enquanto chupo seu amigo fode minha bucetinha vai-toma sua puta, pede pica-mete forte vai oooom uuuuhm mais! Mais! Oooom vai que to gozando-Isso goza no meu pau piranhaE logo senti meu corpo tremer eu gozando com tudo aquilo. vínhamos fantasiando ela dando pra outro na minha frente à mais ou menos um ano e meio, até que um dia conhecemos um cara pela Internet chamado Paulo, propomos a ele, que topou de cara, conversamos por alguns dias ele enviou várias fotos suas e minha esposa já conversava livremente com ele por mensagens, a gente transava olhando as fotos do pau dele, minha esposa estava decidida a me fazer de corno com ele, um belo dia tiramos folga juntos e convidamos o Paulo pra ir até a nossa casa, marcamos às sete, e passamos a tarde toda preparando tudo, arrumando o quarto, a cama que seria usada por eles, ela depilou a buceta e tomou um banho muito demorado, estávamos muito nervosos, era a nossa primeira vez com outro, minha esposa estava usando apenas um vestido de alcinha e uma mini calcinha, estava uma delícia, ele mandou uma mensagem dizendo que já estava perto, de repente a campainha tocou e eu abri a porta, ele entrou, me cumprimentou e foi em direção a minha esposa enquanto eu fechei a porta, quando virei vi os dois de mãos dadas já entrando no quarto, fiquei louco de tesão , quando entrei no quarto eles já estavam se agarrando, sentei numa poltrona e fiquei assistindo e batendo uma punheta, ele passava a mão na bunda dela e foi subindo o vestido até ela ficar só de calcinha, ela me olhava e com um sorriso safado ela perguntava se eu estava gostando, eu dizia que estava adorando, e ela ficava me chamando de corno, que eu havia nascido pra ser corno manso, ela se ajoelhou, abriu a calça dele e começou mamar no pau dele, chupou por um tempo depois ela levantou veio na minha direção, me deu Beijo e foi pra cama com ele, ele a deitou tirou a calcinha começou chupar a buceta dela que gemia igual uma putinha, ele chupou ela toda, ela gemia e me chamava de corno, perguntava se eu estava gostando de ver ela dando a buceta pra outro, e eu respondí que estava adorando,"(P. Pela segunda vez, eu, uma mulher casada, sem neuras, havia me entregado aos prazeres da carne e o melhor; havia adorado.