Casada Safada Mascarada Dando O Troco No Marido Fazendo Vídeo Anal

Casada Safada Mascarada Dando O Troco No Marido Fazendo Vídeo Anal

Casada Safada Mascarada Dando O Troco No Marido Fazendo Vídeo Anal

Queria sentir o gosto do seu orgasmo!Ao mesmo tempo que chupava, enfiava os dedos bem no fundo fazendo Amanda dar gritinhos de prazer. Um por um foi tomar banho e voltavam com a toalha na cintura mas logo tiravam;o tio do Ferreira era o único que ainda estava vestido e Ferreira perguntou se ele não ia tomar banho e ficar a vontade;Moacir pegou uma toalha e foi pro banho e ficamos bebendo e vendo o vídeo;Anderson já excitado e com receio pegava na rola do Djalma;eu chupava Jobson com receio de que o cara saísse do banheiro e nos flagrasse…. Na primeira semana de serviço eu ja estavaMeu pau começou a evantar eu naum sabia o que fazer ea percedbeu e grudou mais perto do meu pau com sau bunda, dai eu pus a mao na suas coxasd e fui alizando a te chegar na sua bucetinha raspadina sem pelos dai ela vira e me da um beijo delicioso e arranca minha cueca e poe meu pau no meio de suas pernaseu chupando os peitinhosd gostoso delas de repentedd ea escorega eu pau esta inteirinho na sua xoxota raspadinha começedi um vai ed vedm nela ate gozar dentro da sua xoxotinha quetinha que fikou ainda masi quente depois, eu pesso pra min chupa-la edla diz qeu sim e fikamos em um 69 maravilhoso qued resulto no nosso orgamos juntos pedi pra ela deixard eu comer sua rabinha ela diz que era virgem da rabinha mas falei que naum ia doer nada passei manteiga do meu pau eu fui colocando ate entra inteirinho começei a bombar la dentro a ate encher akele cuh de porra ela voltou anddando pra o quarto com a pernas abertas transamos o resto da semana em todos o lugares no celerio na piscina na cozinha na churasqueira na rede foi maravilhoso dela vem todo mes pra casa so pra nos transarmos edu amo mto ela !!!!!!!!!!!!!Depois de uns dez minutos eles pediram para que eu passasse a mão na buceta de Marina.

Eu vim aqui para receber muita pica e eu só gosto de pica dura, muito dura– Safada mesmo.

Leticia e casada e morava com seu marido de 47 aqui em casa, pois o apartamento deles ainda não estava pronto, sempre tivemos respeito uns pelos outros da casa nunca ouve nenhum incidente exceto quando minha irmã brigou com o Leandro: Nesse dia eu estava na sala assistindo televisão sozinha com um camisola comportada cobria até metade da minha coxa, nada de mais estava usando uma calcinha transparente e como sempre e minha bucetinha lisinha, estava deitada no sofá quando ouvi eles brigarem e depois ouvi passos na escada imaginei que Leandro iria embora mas ele apenas se sentou no outro sofá de frente ao que eu estava, ele estava sem camisa e de bermuda de jogar futebol um pouco larga, ele não e nada bonito também não tem um corpo atlético resumindo nada atraente, ele se sentou e falou algo sobre a briga mas nem dei bola e continuei assistindo, já se passava das 00:30 da manhã ainda estávamos assistindo, a essa hora já estavam todos dormindo imagino eu, não nos falamos por um bom tempo apenas assistíamos a um filme (não me lembro qual), levantei e fui preparar um miojo, a cozinha fica bem ao lado da sala, cozinhando fiquei imaginando coisas e por um momento senti vontade de provocá-lo, foi ai que começou a brincadeira. Ainda continuamos a nos falar e nos encontramos sempre mas até hoje o namorado dela não tem a menor idéia de quem é a estranha mascarada. Quando o interfone tocou eu imediatamente liberei, eu estava de férias esqueci de contar…então quando o moço subiu e tocou abri a porta e confesso que me assustei, ele era bem simpático, bem arrumado muito diferente dos outros que já tinham ido…eu pedi que entrasse e perguntei se ele poderia trocar pois meu esposo não estava em casa e eu não sabia e não sei rs…quando pedi que me seguisse foi que percebi a roupa que eu estava fiquei tensa mas disse há já era e sorri na mente rsrs…ele parou em frente a pia tirou o lacre do botijão e pediu licença eu a concedi e disse que ficasse a vontade, ai ele disse que só não poderia ficar a vontade igual a mim rs, ai eu disse besteira rs, ele sorriu e disse que eu era uma mulher linda…me perguntou pq eu morava só, eu respondi que meu esposo estava trabalhando, ai ele disse que sorte a dele ( cantada velha mas que eu gostei rsrs ) começamos a conversar, perguntei do trabalho dele e conversa vai e vem ele me pediu uma esponja, ele estava em frente a pia então fui e peguei só que nesse momento passei meu bumbum nele quando passei pra pegar ai ele pediu desculpas, eu disse sem problema…então ele trocou e ficamos conversando um pouco mais, ele pediu água eu me abaixei pra pegar na geladeira, ai ele disse nossa você é demais rsrs, eu rir e disse obrigada…depois fui assinar o cheque na mesa e percebi ele olhando meus seios por causa da blusinha folgada, após isso levei ele até a porta e no tchal ele apertou meu bumbum e disse gostosa com todo respeito rs…eu adorei a provocação, mas depois fiquei com vontade de dar muito a ele, quem sabe de uma próxima.

Nosso relacionamento não era mais de pai e filha, era de marido e mulher, e com isso a relação com a minha mulher foi esfriando, mas íamos levando a vida como dava, tudo piorou quando Luiza começou a trabalhar de dia e a ir para faculdade a noite, com seu dia puxado não tínhamos tanto tempo para nossas transas e com isso ela começou a ter ciúmes da mãe, brigas constantes entre elas deixava o ambiente cada vez pior, e Ana não entendi o motivo da agressividade da nossa filha, mas eu sabia muito bem, e logo as brigas pioraram e eu acabava brigando também e já não agüentava mais essa vida, tomei então a decisão de sair de casa, Ana não ficou tão abalada quanto imaginava, talvez tivesse algum caso que eu não sabia, mas pouco me importava.