Casada No Motel Com Amigo Do Marido

Casada No Motel Com Amigo Do Marido

Casada No Motel Com Amigo Do Marido

Eu prestava muita atenção aos gestos dela pois havíamos combinado um sinal para aprovação do amigo. !!!!!-Como assimJane ? Na buceta não?-Não posso dar a buceta pra você, se não meu marido vai perceber que ela está mais larga quando ele chegar, afinal teoricamente eu ia ficar 15 dias sem fuder já que ele esta embarcado, e pra variar o seu pau é muito grosso e grande e vai me arrombar toda. Fiquei revezando entre a boca de Bruna e a buceta de Adriana.

"Quando ele chegou apenas admirou aquele rabo, aquelas coxas e deitou do lado já roçando naquele rabo, ela meche jogando a bunda pra ele. Vou ter que parar pois vamos a um motel….

– Aiiiiiiii… calma, devagar, isso dói… calma – ela falava com dificuldade, sentiu muita dor mesmo. meu pau de sua xana e coloquei em sua boca e falei, sente o gosto de umae prenderam nas janelas uma de cada lado da parede, o terceiro homem estavaDeitei do lado dela sem dizer nada e logo já comecei a sentir os primeiros sinais de sono.

Ela foi e falou vou tomar um banho você me espera eu falei sim espero sim. Um dia normal eu tinha deitado pra dormir na minha cama mais lá na madrugada eu ouço gemidos no quarto da minha mãe e vou olha o que ta acontecendo e sem perceber ficando com o pau duro quando cheguei no quarto da minha mãe meu pai está comendo ela eu não sabia o que eu fazia eu fiquei parado pararizado e sem querer comecei a bater uma punheta essa foi a melhor punheta da minha vidaEla baixou a cabeça e começou a beijar minha barriga, ela beijava e beijava a pele macia e lisa.

Ele pediu pra ela abrir mais as pernas, e meteu mais, ai a pica já estava entrando quase toda. E o que amo nisso tudo é fazer o meu corninho excitado, na verdade o que gosto nisso tudo é saber que os machos com quem transo ficam doidos, principalmente sabendo que sou casada, parece que isso é afrodisíaco para vocês.