Caiu Na Net Vídeo Porno Caseiro Morena Magrinha Mamando Devagarzinho Do Esposo Com Força De Minas Gerais

3 min

Categoria:

Tag:

visualizações

3 min

Categoria:

Tag:

Caiu Na Net Vídeo Porno Caseiro Morena Magrinha Mamando Devagarzinho Do Esposo Com Força De Minas Gerais

Caiu Na Net Vídeo Porno Caseiro Morena Magrinha Mamando Devagarzinho Do Esposo Com Força De Minas Gerais

61 m 53 kl morena seios fartos na hora eu já fiquei de pau duro mas tinha que ter certeza que ela era tudo isso mesma e peço para ela abrir a câmera e ela diz que sim quando eu a vejo na camera nem acredito pois ela era mais linda que imaginava uma verdadeira gatinha fico louco de tesão e já pergunto logo vc é garota de programa ela diz não tenho namorado e que estou precisando de dinheiro ela me diz mas como tenho muito receio da NET março um almoço com ela num restaurante minha cidade , chego 20 minutos mais cedo e claro para ficar em um ponto que posso vela chegando caso ela fosse pois não acreditava que ela iria e para minha supresa ela entra no restaurante que coisa linda conversamos um pouco para nos conhecermos comemos e saímos eu meio assustado e não acreditando que era verdade na saída do restaurante já tinha combinado que seriamos no dia seguinte pois naquele dia tinha um compromisso com minha esposa dei a ela 50 reais para o táxi e disse que a ajudaria mais no dia seguinte marcamos no centro da cidade ela chega super linda cheirosa dou lhe um beijinho no rosto e a levo até o estacionamento para pegar meu carro e irmos direto ao motel o melhor de minha cidade e claro pois aquela tarde merecia tudo em especial chegando lá pego uma suíte com hidro é sauna entramos na suíte e nem acredito e claro que fico a tarde toda sem celular pois não queria ser incomodado kkk ao entramos já sentamos a cama e ficamos conversando por uma hora e meia mais ou menos e uma coisa que me marcou foi quando ela me disse que a vontade dela era transar a três com mais uma mulher isso me deixou doido pois é a coisa que mais gosto no sexo já fiz algumas vezes depois de todo esse tempo de conversa com os tomar um banho e começamos a nos pegar pois quando a vejo nua não acredito que corpo lindo bucetinha depilidinha com um bigodinho seios lindos fartos durinhos sem silicone mas parecia ter de tão perfeitos começamos a nos beijar gostoso eu passando mão naquele corpo lindo seios até chegar em sua buceta e ela para retribuir para de me beijar e desce para fazer uma chupeta embaixo do chuveiro quando ela abocanha meu pau quase gozo só de ter aquela vista uma ninfetinha me chupando gostoso que delícia foi uns 5 minutos mamando gostoso meu cacete não tenho um pau grande mas tbm não é dos menores tem 15 cm daí saimos dali e vamos para a cama deito por cima dela e nos beojamos gostoso pego um creme que tinha levado e começo a fazer uma deliciosa massagem nela e aproveito para alizar cada centímetro daquele corpo perfeito foi uma massagem de 1 hora mais ou menos depois da massagem fomos para a sauna e ela começa a me chupar dentro da sauna na transa a coisa que mais gosto é receber um sexo oral bem feito e ela fazia com vontade ficamos ali por uns 10 minutos e voltamos para a cama nesse momento já nao aguentava mais de vontade de meter naquela buceta coloquei o preservativo e enfie gostoso naquela buceta na posição papai mamãe dei várias estocadas enquanto beijava gostoso aquela boca depois peço para meter com ela de 4 e ela atende prontamente quando a vejo de 4 meu pau parece crescer de tanto tesão enfio a cabeça e p resto emburro de uma só vez arrancando um suspiro gostoso dela e continuo num vai e vem gostoso até não aguentar mais e gozar gostoso naquela buceta nisso já era quase 5 da tarde fomos tomar um banho e a deixei perto de sua casa depois disso nos vimos algumas vezes ainda mas não transamos mais pois era difícil conciliar o tempo pois ela além de ser comprometida assim como eu ainda trabalhava mas foi uma tarde inesquecível espero que gostem pois esse é um conto verídico desculpe meu portuguêsEssa história aconteceu recentemente, estava na casa de uma amiga pra fazer um trabalho pra faculdade, loira seios médios e uma bunda bem grande estávamos só noiz dois na casa dela, ela me perguntou se au queria tomar um banho ppis fui direto da faculdade pra casa dela, já que eu estava muito cansado e estava fazendo muito calor eu aceitei então fui tomar um banho bem rápido pra não atrazar no ttabalho já que noiz ainda íamos almoçar, e vesti uma roupa q eu ia lavando na mochila então fui para a sala até que ouço sua voz vinda do quarto me chamando,quando chego lá me deparo com ela na cama sem roupa nenhuma se masturbando e pedimdo pra fode comigo disse que sempre imaginava eu comendo ela,que tinha muito tesao pormin foi quando ele me puxou tirou meu pau pra fora que já estava duro e começou a chupar, depois de ums 15 min naquele boquete gostoso ela abril às pernas e pediu pra eu enfiar tudo na buceta dela ficamos umas duas hora tranzando e noz recuperando passamos a tarde quase inteira nessa,mas ainda conseguimos fazer o trabalho e ainda nos emcontramos augumas tardes pra rolar uma putariaBom estava vendo jornal, e vi a Sandra Annenberg com uma calça normal, porém reparei na bunda dela, quando ficou pé no jornal. Tirei o dedo e ela mandou: “mais!!!”, então segurei firmemente sua cintura e fui forçando meu pau naquela boceta apertadíssima.

Por exemplo, não tenho ninguém para desabafar!ela-para de ser doida praga “risos”essa historia aconteceu comigo quando eu ainda tinha 17 anos, eu morava em uma cidade bem pequena em Minas Gerais, e estava fazendo cursinho para o vestibular, como vocês sabem eu curto mulheres desde meus 14 anos mais minha família não aceitava a minha opção, portanto eu tinha meus casinhos escondidos, o que tornava uma adrenalina só. "Até que um cara chegou e ofereceu uma bebida pra ela, ela pegou e o cara sentou do lado dela e ficou conversando com ela, enquanto ela bebia, fiquei na água só observando e com o pau a mil, nem conseguia sair da água, então percebi que o cara apontou para um carro que estava na areia, para quem não conhece, nessa praia os carros circulam pela areia, e estacionam também, bom, seguindo com o conto,…"Quando entrei pra universidade tinha 19 anos quase 20, foi aí que conheci Layne, uma morena alta e bonita que logo despertou-me desejos que jamais havia sentido, foi a primeira vez que me apaixonei e por uma mulher, fiquei boba pois até então não sabia que era lesbica, mas também não sentia tesão por homens.

Meu tio, cheio de ideias, sugeriu que eu fosse conhecer o pomar com Toínha, a filha do caseiro, que também estava na copa. "Essa é a história de uma garota que virgem que sempre sonhou em ficar com Pedro e até que enfim, aconteceuBom, me chamo Valéria, cabelos pretos, olhos verdes, bundinha empinada, conheci o Pedro na internet, sempre trocamos mensagens, mas nunca cheguei a imaginar que teria algo a mais, maaaas, um dia, eu, Valéria, havia ido dar uma volta pela cidade e aproveitei para fazer uns exercícios na praça, na volta peguei uma bela chuva, a minha única saída foi bater na casa de Pedro e pedir abrigo até que a chuva passasse, ele todo educado e mal intencionado(ele sempre quis me comer), Pedro abriu a porta pra mim, me colocou para dentro de uma sala, me deu uma toalha para eu me enrolar e me ofereceu um café e eu aceitei, precisava de algo quente, bebi todo o café e percebi olhares de Pedro sobre meu corpo, sempre olhando minha boca, talvez fosse vontade de beijá-la, bom, a chuva não passava e eu queria muito ir ao banheiro, tive que usar o banheiro de Pedro, a necessidade era muita-Posso usar seu banheiro Pedro?-Pode, é logo ali naquela portaLevantei-me, entrei no banheiro, fiz minha necessidade, quando ia saindo dou de cara com Pedro, que logo me agarra pela cintura e cola meu corpo ao dele, eu queria sair mas ao mesmo tempo queria ficar ali, eu sentia muito tesão por Pedro, Pedro me beijou, nossas línguas faziam uma bela dança, durante o beijo senti Pedro pressionar com força meu corpo ao dele, e é claro, deu pra sentir aquele belo volumePedro me guiou até o quarto dele, e me jogou na cama-Você não imagina o quanto eu esperei por isso Valéria-Imagino sim, eu sempre sonhei em perder minha virgindade com vocêEnquanto falava isso percebi o volume no short aumentar, seria talvez o assunto de ser”virgem” que deixava ele ainda mais excitado, talvez né!?Bom, Pedro se jogou em cima de mim, tirou minha blusa e logo em seguida meu sutiã e começou a mamar em meus seios que já estavam sensíveis e com bicos bem duros de prazer, logo Pedro tirou meu short e em seguida a calcinha e caiu de boca na minha vagina, Pedro lambia com muita vontade, chupava, mordia, e eu me contorcia na cama, nunca havia sentido tanto prazer como aquele em minha vida, durante tantas chupadas e lambidas gozei na boca de Pedro, que fez questão de beber todo aquele mel que ele mesmo conseguiu arrancarTirei toda a roupa de Pedro, o deixando nu na minha frente com aquele pau não muito grande e nem muito pequeno quase na minha cara, Pedro pegou uma camisinha na carteira dele, a abriu, colocou no pau, se deitou sobre mim e iniciou um beijo, enquanto nos beijávamos percebia Pedro enfiar o pênis devagarzinho em minha periquita, ele pressionava, até um certo ponto estava prazeroso, mas logo doeu e eu gritei-Para Pedro, tá doendo-Tem que relaxar, pra poder entrar fácil, confia em mim e relaxaPedro voltou a enfiar e dessa vez com força e rapidez, logo o pau dele entrou todo, eu sangrei um pouco, ele limpou e logo mudamos a posição, era minha vez de cavalgar sobre aquele belíssimo pau, eu estava com vergonha mas até que estava gostando, Pedro se deitou e eu sentei naquele pau, comecei com movimentos leves, mas quando menos imaginei estava ali, rebolando e gemendo sobre Pedro, Pedro revirava os olhos de tanto prazerMudamos de posição várias vezes, até que quando eu estava de quatro, Pedro me avisou que iria gozar-Aaaa, vou gozar, quer esse leitinho quente em você quer gostosa?-Quero, quero ele dentro de mimPedro gozou em mim, aquele jato de porra quente invadiu minha boceta, e eu, fiz questão de meter alguns dedos e lamber um pouquinho daquela porra saborosa que eu mesma conseguiNos deitamos na cama lado a lado, ficamos conversando alguns minutos, Pedro fez outro oral em mim, até que a chuva passou e eu fui pra casa.

Tenho 19 anos, sou magrinha e desajeitada.

Pra não deixar cair o clima o Cassius mantinha sempre nossos copos cheios, foi quando o Mauro colocou um DVD pornô (parece que eles tinham arquitetado tudo), quando começamos a ver tanta sacanagem não aguentamos e o Cassius tirou meu peito pra fora e deu uma mamada que engolia o peito todo.

Então mesmo meu esposo indo nada mudou, tudo continuo como era. TODAVIA, MAL SUBI UNS POUCOS DEGRAUS, QUANDO SENTI MEU PULSO ESQUERDO SER AGARRADO POR ALGUÉM QUE ME DISSE– VOCÊ NÃO PODE SAIR ASSIM, ME DEIXANDO LOUCO DE TESÃO, DEPOIS DE TUDO QUE VI VOCÊ FAZER!OLHEI E VI UM ROSTO SIMPÁTICO, SORRIMOS UM PARA O OUTRO E ME SENTEI DO SEU LADO, DIZENDO QUE NÃO PODERIA DEMORAR…ELE NÃO SE FEZ DE ROGADO, DE IMEDIATO MOSTROU-ME SEU MASTRO BEM DOTADO E DURO, O QUE ME LEVOU A INCLINAR A CABEÇA E DÁ-LHE UMAS BOAS LAMBIDAS QUE O DEIXOU BABANDO NA MESMA HORA…ELE APALPOU MEU PEITO, PEDIU QUE AFASTASSE BEM MINHAS PERNAS, ENFIOU DOIS DEDOS DENTRO DA MINHA XOTA E FICOU ME MASTURBANDO ATÉ LEVAR-ME A UM BELO ORGASMO, ENQUANTO EU O FAZIA GOZAR EM MINHA MÃO…DESSA VEZ, FUI REALMENTE EMBORA ANTES QUE TERMINASSE A SESSÃO E AS LUZES FOSSEM ACESAS.

De repente felipe entra na sala enrolado em uma toalha, e começa a assistir o video, somente assistia e nao mexia 1 dedo.