Caiu Na Net Vídeo Porno Caseiro Morena Gostona Coloca A Calcinha Pro Lado E Deixa Meter Com Força Sortudo No Rio De Janeiro

63 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

63 seg

Categoria:

Tag:

Caiu Na Net Vídeo Porno Caseiro Morena Gostona Coloca A Calcinha Pro Lado E Deixa Meter Com Força Sortudo No Rio De Janeiro

Caiu Na Net Vídeo Porno Caseiro Morena Gostona Coloca A Calcinha Pro Lado E Deixa Meter Com Força Sortudo No Rio De Janeiro

Quando todos já estavam dormindo, eu estava assistindo TV apenas de cueca, eis que aparece minha prima só de calcinha e sutian toda queimada.

Depois de descansar, fui tomar um banho, mas quando estava no banho, meu negro favorito, ainda conseguiu me foder mais um pouco… meter debaixo do chuveiro é muito gostoso…. Bom depois de a conversa ter descontraído fomos colocando comida nas manjedouras e eu tive de pegar um novo fardo de feno, mas quando peguei pelas cordas uma arrebentou e espalhei o feno pelo chão ficando um monte enorme de feno ao lado do reboque do tractor, aí eu comecei a apanhar com as mãos o feno para dentro do reboque e estava de costas para a rua… não dei conta que a Safira estava se aproximando por tras de mim. antes de ver os video no dia tal ela tinha pesquisado , pesquisas tipo como dar o cu pela primeira vez coisas do tipoFui beijando ao lado daquele cu enquanto eu passava so a ponta do dedo pela entrada da bucetinha que estava inchada meio que fazendo cosquinha na pererecaOlá, quem já leu meus contos pode ter uma certeza, são todos verídicos acontecidos comigo e à s vezes com a participação de minha esposa.

Continuei chupando cada vez mais e maisrápido e fui deixando ele louco.

O que poderia ser aquilo?Foi até lá e viu o Marcos sentado no sofá, sem calça, vendo um filme pornô.

Meu amigo se chama Rodrigo,tem 28 anos,é branco,loiro,corpo forte e praticamente da minha altura(tenho 1,83 cm) e também é solteiro,gosta de curtir a vida e eu disse para Rodrigo:Vamos dar uma volta na praia cara,deve ter uma brisa boa pois está fazendo um calor… e ele respondeu dizendo estar cansado,queria ficar relaxado vendo tv e que no dia seguinte ele iria com calma e descansado mas falou para eu ir se quizesse,disse saber que eu queria caçar mulher e que ele também queria mas estava muito cansado por conta do trabalho e que hoje só veria mulher se fosse em filme pornô pois,assim como eu,Rodrigo também curte bater uma,desde nossa adolescência víamos filmes pornôs e comentávamos como aquelas mulheres eram gostosas e sonhávamos em fazer tudo o que os atores sortudos faziam com elas, sentindo aquele tesão imenso. Como o colega estava demorando, o policial que estava na viatura resolveu averiguar a situação, encontrou a porta aberta da casa aberta e com certeza escutou os gemidos vindo do quarto, ele entrou no quarto e flagrou minha esposa sendo devorada por aquele negão, o casal animado percebeu a presença do terceiro elemento na cena, ficaram se olhando por um momento, minha esposa saiu de cima do negro e foi em direção ao outro policial, ele estava imóvel, ela tirou a roupa dele e começou a mamar com gosto, ela o puxou pela mão e o levou pra cama, voltou a posição em que estava cavalgando sobre o negro e pediu que o outro policial colocasse no rabo dela, eu não acreditei no que estava vendo, pois ela sempre fazia doce pra fazer anal comigo, e agora ela estava querendo uma dupla penetração, e foi assim que aconteceu, ele colocou por trás e os três quase quebraram a cama de tanto pular, parecia que iriam rasgá-la ao meio de tanta força que metiam nela, quando trocaram de posição o negão pegou-a de quatro, mesmo já tendo sido enrrabada naquela noite ela teve dificuldade para receber toda a ferramenta do negão o rabo, era muito grande, bem maior que a minha e que a do seu colega, mas ele não teve dó, colocou com força tudo dentro daquele rabo enquanto ela tentava mamar o outro policial, e foi assim que eles terminaram a noite, ela gozando muito, o negão enchendo o rabo dela de porra e o policial dando leite quente pra ela na boca, os três cairam sobre a cama, e eu pela internet pude assistir ao vivo minha mulher ser violada por vontade própria por um negão policial que se dizia meu amigo e por seu colega, eu também já tinha gozado várias vezes me masturbando com aquela cena.

Seu trabalho como advogada de uma rede de agências da Fiat, a trazia sempre ao Rio de Janeiro. Porém, enquanto o folheava, a sua t-shirt, amarrotada com a brusquidão da sua queda nas cama, subiu-se-lhe o suficiente para revelar a cuequinha branca em V que atravessava num contraste delicioso as nádegas morenas e rechonchudas do seu rabinho curvilíneo. Meu tio, cheio de ideias, sugeriu que eu fosse conhecer o pomar com Toínha, a filha do caseiro, que também estava na copa.