Caiu Na Net Em Vídeo Caseiro Sensacional Safada Muito Mas Muito Gostosa Pegando A Safada Com O Namorado Da Cidade De Piracicaba

visualizações

20 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , ,

Caiu Na Net Em Vídeo Caseiro Sensacional Safada Muito Mas Muito Gostosa Pegando A Safada Com O Namorado Da Cidade De Piracicaba

Caiu Na Net Em Vídeo Caseiro Sensacional Safada Muito Mas Muito Gostosa Pegando A Safada Com O Namorado Da Cidade De Piracicaba

Ela continuou contando sobre a vez que trepou em cima da mesa de bilhar com o ex namorado.

Derrepente ela chegou no quarto, e eu deixei um dos videos que ela viu rodando na tela"Eu estava ficando excitada, abri um pouco as pernas e ele conseguiu acesso a minha boceta, por cima da roupa, pressionando os dedos, como se estivesse tentando penetrarminha vagina.

Sempre levei a profissão de professor muito a sério, e entendo que é parte das minhas atribuições orientá-los em tudo aquilo que for importante para que tomem decisões embasadas e conscientes.

Eu tomei o papel de sua mão abri sua perna com certa brutalidade, e passei o papel na bucetinha gostosa e molhada de xixi, dei mais algumas passadas e joguei o papel fora…a cada passada ela fazia uma carinha linda e safada ao mesmo tempo.

Se aproximou Amanda, e pegando-a pela cintura, foi virando-a de costas para ele.

-Vai beber tudo tia? Por que se babar ele bate na gente sabia? Cansei de apanhar por que ele gosa muito e me babo toda. Quando ele saiu de cima de mim, eu pensei que ele já fosse parar, mas ele me colocou de quatro deu varias lambidas no meu cuzinho e depois socou o pau bem de varga, aquilo foi entrando lentamente e foi preenchendo o espaço vazio, eu comecei a rebola e ele começou a socar cada vez mais rápido, aquilo estava uma delicia, eu rebolava e gritava de tanto tesão, ele socava o pau no meu cuzinho e me chamava de gostosa e depois de muito soca, soca, ele deu uma gozada maravilhosa dentro do meu cuzinho, foi uma noite sensacional com muito amor e muito sexo. Ela gritava dizendo que era uma puta muito safada. Ele pegava nos meus peitinhos e dava tapas na minha bunda dizendo q eu era gostosa e agora seria a putinha dele.

Ela, “voce vai ter que aceitar que eu fique com outro homem, pelo menos por uma noite”, fiquei sem chão na hora, eu um cara que já havia feito varios maridos de corno sem eles saberem ia ter que aceitar minha esposa que só eu tinha transado com ela e pior com meu consentimento sair com outro cara e saber que ela deu pra outro na hora foi um banho de agua fria em mim,mas ela se mostrou irredutivel, até que um dia eu não aguentei mais a sensação de ter que perde-la e perguntei a ela como seria e ela disse que escolheria alguem, mas aí eu interferir e disse que seria alguem que não conhecessemos e era melhor procurar na internet em sites de relacionamento, foi o que fiz, então conheci um caa de uma cidade vizinha uns 100KM da nossa, me pareceu um cara muito calmo e seguro, bastante educado, então ela teclou com ele e marcamos um encontro em nossa cidade num sabado ha noite, nos encontramos em barzinho e na hora comecei a ficar bastante nervoso ela tambem, conversamos um pouco bebemos isto relaxou um pouco mais, depois de uma hora ela nos convidou pra sairmos dali e falou “olha não precisa rolar nada que voces não queiram ninguem aqui é obrigado a nada seremos apenas bons amigos”, isto nos deixou bem mais seguros, então nos levantamos e fomos rumo ao motel, eu e ela na frente e ele no banco de trás, chegamos estacionei o carro na garagem e fiquei um pouco pensativo e ela me perguntou se queria desistir então falei podem entrar voces que eu vou ficar um pouco aqui fora assim você fica mais ha vontade, notei que o corpo dela estava um pouco tremulo e meu coração estava muito acelerado, ele foi na frente eu dei um beijo nela e falei é isto mesmo? ela só balançou a cabeça consentindo e entrou no quarto do motel onde ela já aguardava, e eu fiquei ali pensativo e bastante confuso mas meu pau estava ficando duro e bastante excitado, depois de uns vinte minutos resolvi entrar no quarto pra ver o que tava acontecendo e no ambiente a meia luzeu pude ver o que eu mais temia, ela sentada no colo dele com a saia levantada enquanto ela alisava sua bunda e chupava seus peitos, sua boca e seu olhar de tesão dizia exatamente o que ela estava sentindo e eu que ainda tinha esperança de que ela desistisse daquela loucura e mudasse de ideia quando estivesse sozinha com ela, tive uma grande surpresa, ela estava gostando daquilo tudo, fiquei num canto mais escuro do quarto, meu pau parecia estava duro como uma rocha, quando ele pegou ela deitou na cama e foi despindo deixando só de calcinha, ela ficou linda assim, depois começou a chupar seu pescoço ela se contorcia, foi descendo passando pelos seios duros como pedra até chegar na virilha, afastou a calcinha minuscula e enfio a lingua em sua bucetinha virgem de outra ela soutou um gemido bem alto e ficou bem ofegante igual quando esta gozando comigo, ele deixou a buceta dela muito molhada se levantou e tirou sua cueca, tinha um pau avantajado mas bem parecido com o meu, colocou a camisinha então pensei é agora, naõ tem mais jeito esta não é mais só minha, foi quando ele deitou por cima dela e foi enfiando seu pau bem devagar, ela gemia horrores recebendo as estocadas, então ele virou por baixo dela e colocou ela sentada cavalgando após uns cinco minutos sinto ela se contorcer e anunciar que estava gozando não resistir a minha punheta e me aproximei dela por trás enquanto ela gozava falou pra mim assim, ” esta gostando meu corninho era isto que voce queria de sua puta, agora goza vai, goza seu corno safado, voce nunca mais vai me trair, porque voce agora é corno.

ola sou joao carlos tenho 42 anos casado ha 20 anos com uma mulher conservadora nunca tivemos lua de mel entam com os filhos criados resolvemos sair de viagem para uma chacara no interior de sao paulo saimos na sexta feira a noite e chegamos de manha cansados o caseiro e sua esposa nos receberam bem eram um casal de mais ou menos 50 anos a esposa era mais nova uns 40 anos logo ela se enturmou com a minha mulher eu e o sr antonio o caseiro nao somos de muita conversa tambem ficamos bem eu sai com minha esposa a cavalo pelo mato fomos ate uma cachoeira comecei a beijar ela logo estava transando eu sempre tive tesao por ela mais aquele lugar me deixou com mais esquecemos do tempo e veio o sr antonio ver oque aconteceu quase vio a gente sem roupa fomos para a casa dormimos um pouco a noite resolvemos sar e ir ate a casa do caseiro ja que nao tinha ninquem conhecido por perto ao chegar la eles estavam transando com a porta aberta o sr antonio estava comendo o cuzinho da esposa ficamos olhando um pouco e voltamos pra casa minha mulher es tava molhadinha e eu de pau duro comi ela na varanda tentei comer o cu dela mais nao deixou disse que tinha medo de doer nao insisti e dormimos de manha a esposa do caseiro veio buscar minha esposa para nadar no lago eu fiquei descansando depois fui tambem escutei uns gritos e me abaixei e vi minha mulher de quatro e seu antonio comendo ela a esposa dele armou tudo nao tive reacao fiquei olhando de pau duro o cara tem um pau duas vezes maior que o meu ela nunca gritou e gemeu daquele jeito comigo me senti um trapo fiz de conta que nem vi quando voltaram eu disse que iriamos embora no outro dia pois tinha negocios pra resolver ela concordou a noite tentei comer ela mais ela nao quiz sai pra fora e camihei ate o lago sr antonio veio atraz e ficamos conversando sem deixar ele saber que eu vi tudo pois estava humilhado eu senti tesao ao lembrar da cena ele me pediu para ver meu pau estranhei mais ele disse que queria me chupar vi ali a chance de me vingar sem jeito eu neguei mais ele pegou no meu pau e abocanhou tudo dizendo meu gostoso comi sua mulher mais queria era te dar naquele escuro via so o vulto dele me chupando entao senti meu pau endurecer ele lambia eu ja nao aguentava mais nunca tinha feito isso com homem ele se virou e eu comi o cuzinho dele ele senou em cima de mim e com a mao acariciava meus graos e passaca o dedo no meu cu eu estava gostando ele tentou me comer mais nunca dei e ele era pauzudo demais depois de um tempo resolvi experimentar ele cuspiu no pau e veio empurrando quando entrou a cabeca senti tanto tesao que me abri e ele pois tudo doeu muito mais ele nao parou ate colocar tudo eu estava quase gozando ele tirou e pediu pra chupar ele me chupava e esfregava o pau duro na minha cara entao eu bati uma pra ele e gozamos depois como se nada tivesse acontecido voltei pra casa abracei mimha esposa no outro dia despedimos deles e fomos embora nois nunca haviamos trido um au outro la fizemos tudo eu sabia dela e ela nao sabe do que eu fiz ate hoje nunca esqueci a cena dela com outro e me mastuebo de lembrar a transa minha e aquele cara que alem de comer minha esposa me comeu tambem.